Mães

«Mãe Migrante» (1936) – Dorothea Lange (1895-1965) «Canção da mãe velha» Levanto-me de madrugada, ajoelho-me e sopro Até que a semente do fogo cintile e brilhe E depois tenho que esfregar, cozer e varrer Até… mais…