1902_Faberge_CloverEgg
1902 – Ovo Imperial «Folhas de Trevo» (8,9 cms) Peter Karl Fabergé, Museu Armory, Kremlin, Moscoco

Não consigo escapar ao fascínio dos Ovos Imperiais de Fabergé – que aqui partilho. Um dos mais preciosos, que nunca saiu da Rússia (está no 2º. andar do Museu Armory, do Kremlin, em Moscovo) foi oferecido na Páscoa de 1902 pelo Czar Nicolau II à sua mulher Alexandra Fiodorovna (Alix de Hesse, neta da Rainha Victória). É o ovo das «Folhas de Trevo» feito por Peter Karl (Karl Socatelli Gustavovich) da Casa Fabergé, em S. Petersburgo. A «surpresa» que trazia no interior perdeu-se – calcula-se que fosse o habitual conjunto de miniaturas com fotografias da família (e dos cinquenta ovos inventariados há oito em parte incerta).
Este é de ouro verde, platina, diamantes e rubis. As folhas e os veios são construídos em contorno, por uma estrutura de ouro, e as lâminas feitas em esmalte verde transparente. Este esmaltado verde, considerado um notável avanço técnico da altura, é muito difícil de trabalhar mesmo com ligas mais resistentes porque estala ao arrefecer. Trata-se pois também de uma jóia da técnica pela novidade do uso em ourivesaria – aqui sem bolhas nem rachas.

Sítios a visitar:

The Concise History of Fabergé Eggs – http://docmo.hubpages.com/hub/the-Gifts-of-Faberge

Mieks Fabergé Eggs – http://www.mieks.com/eng/index.htm

partilhar