Hino de Maria da Fonte

Terá começado em Março, mas atribuiu-se o dia 15 de Abril à Revolução de Maria da Fonte em 1846. Fica aqui o hino – por Vitorino – e a versão original da letra:

Viva a Maria da Fonte
Com as pistolas na mão
Para matar os cabrais
Que são falsos à nação

Refrão (2x)
É avante Portugueses
É avante não temer
Pela santa Liberdade
Triunfar ou perecer

Viva a Maria da Fonte
A cavalo e sem cair
Com as pistolas à cinta
A tocar a reunir

Refrão

Lá raiou a liberdade
Que a nação há-de aditar
Glória ao Minho que primeiro
O seu grito fez soar

Refrão

Sobre esta história (premediatamente ?) muito mal contada há uma bibliografia bastante completa fornecida pela Universidade do Minho/Biblioteca Pública de Braga – aqui. Dela, pode ler-se on-line a versão de Camilo Castelo Branco – aqui

 

partilhar