Diplomas

Fake-College-University-Diploma-M

Será que o senhor Relvas faz a menor ideia do prejuízo – da machadada – que a notícia do desejo paroquiano de ser dr. desferiu na reputação das universidades portuguesas – todas? Na credibilidade dos cursos dos jovens que o (des)governo anda a mandar emigrar? E põe-se a hipótese de o sr. Relvas ainda ir para deputado. A questão não é apenas ética, é puro desleixo – porque há trabalhos à venda e não é crime – reza no Expresso – e até são baratos: uma monografia fica pelos € 200,00, uma tese de Mestrado chega aos € 1.500,00. O sr. Relvas podia ter telefonado à Carolina! Poderia também ter comprado logo um grau académico – até de doutoramento – um investimento um pouco mais caro, mas provavelmente aceitável para um ordenado de Ministro; ou escolher grau e diploma – aqui são realistas e estão em saldos a $ 150,00.

partilhar

Reader Comments

  1. Querida Helena,
    o problema é que esta gente se convence de que merece todo o tipo de reconhecimento. Na conferência de imprensa o visado mostrou-o, enumerando os motivos por que achava dever o País estar-lhe agradecido. Noutra acepção, tenho por certo que o homem achou que o seu auto-valorizado contributo era o suficiente para merecer consagração, até das Universidades, assim que a modos de uma condecoração… Como tentei expressar em:

    http://jovensdorestelo.blogspot.pt/2013/04/no-pais-dos-doutores.html

    Beijinho

    1. Amigo Paulo – Já tinha lido (e aprovado) mas ainda estava a dar o benefício da dúvida ao rapaz. Esperemos que o ridículo mate. Bjs Helena

Comments are closed.